Passar para o conteúdo principal

Entrevista com o Dr. Christian Leclerc, Presidente e Fundador

A sua empresa tem quase 30 anos...

Eu não considero a PiLeJe a “minha” empresa. É a história de um grupo de indivíduos que começaram com uma ideia que, na altura, parecia um pouco irrealista mas que, com o tempo, provou fazer todo o sentido. 

O sucesso da PiLeJe é a concretização do trabalho desse grupo de indivíduos unidos pelos mesmos objetivos, pelos mesmos valores e pela mesma ética. 

Os nossos princípios não se alteraram ao longo de quase trinta anos. O que vemos agora é que a nossa ideia inicial está em sintonia com a direção que as práticas de saúde estão a tomar.

Thumbnail

O que lhe dá hoje mais satisfação?

Ter contribuído para o reconhecimento oficial desta visão da medicina.
A micronutrição começou por ser um tópico marginal mas é agora ensinada nas universidades, que desde 2001 oferecem cursos nesta área. Os institutos de investigação pública falam nela e há um número cada vez maior de trabalhos publicados sobre o assunto.

Outra fonte de satisfação é ter sido pioneiro na área de saúde digestiva.  Muito pouca gente pensava que a flora intestinal pudesse desempenhar um papel tão importante no estado de saúde geral das pessoas e, contudo, falamos hoje de microbiota à escala do organismo.

Como vê o futuro da PiLeJe?

O nosso objetivo é ajudar os pacientes a viver melhor, a evitar, tanto quanto possível, a dependência, a desfrutar de uma qualidade de vida melhor e a manterem-se saudáveis a longo prazo.  O meu desejo é que esta abordagem seja plenamente reconhecida e esteja ao alcance de todos. As seguradoras de saúde têm um papel importante a desempenhar.
A nutrição, a micronutrição e a fitoterapia clínica individualizada que nós desenvolvemos necessitam da adesão dos profissionais, que podem utilizar esta abordagem para oferecer um aconselhamento sério e personalizado, tanto quanto da adesão do grande público que está cada vez mais consciente e atento à sua saúde.