Passar para o conteúdo principal

Funcionalidades dos ingredientes

As funcionalidades de um ingrediente são definidas como todos os processos que necessitam de ocorrer para assegurar que o ingrediente é funcional e, portanto, eficaz.

Assimilação e biodisponibilidade dos vários micronutrientes

Cabe aos departamentos de conceção e de especialização em ingredientes da PiLeJe a tarefa de otimizar a assimilação e a biodisponibilidade dos vários micronutrientes utilizados nos produtos de saúde do laboratório. 
Para ser eficaz, o ingrediente tem de chegar ao alvo pretendido, ou seja à área em que atuará e/ou será absorvido pelo organismo, na dose correta e no momento certo.

O passo mais importante na adaptação de um ingrediente à ação pretendida é simplesmente a seleção do ingrediente correto! 

Se, por exemplo, o alvo é o sistema nervoso central, as propriedades do ingrediente terão obviamente de permitir que ele atravesse a barreira  hematoencefálica (uma barreira fisiológica que impede determinados compostos de chegarem ao cérebro). Tem, portanto, de ser escolhido um ingrediente com estas propriedades. Se, por si só, o ingrediente não puder fazê-lo, haverá que considerar, consoante o caso, precursores favoráveis que facilitem a tarefa por serem eles próprios capazes de atravessar a barreira.

Deverá ser considerada a seguir a “assimilação” do ingrediente

Se a absorção do micronutriente necessita de ocorrer no intestino delgado ou no cólon, o ingrediente terá de ser capaz de resistir não apenas ao ambiente ácido do estômago mas também à ação das enzimas gástricas e dos ácidos biliares.  Isto pode ser conseguido adaptando a formulação farmacêutica ou protegendo o ingrediente contra a degradação enzimática, para que os ingredientes ativos sejam libertados nas quantidades ótimas no local certo. 

É também importante a escolha do momento correto para absorção pelo organismo

A melatonina é um bom exemplo disto. A forma farmacêutica sublingual assegura uma absorção rápida da melatonina, o que significa que proporciona um remédio eficaz quando tomada espontaneamente por uma pessoa com dificuldade em adormecer. Por outro lado, quando oferecida numa forma de libertação prolongada, a melatonina é libertada por um período muito mais longo, o que lhe permite atuar noutros tipos de distúrbios do sono.

Por último, outra funcionalidade do ingrediente é a de assegurar que a formulação do produto acabado oferece total homogeneidade e reprodutibilidade da dose entregue.